O mercado de trabalho está cada vez mais exigente e para acompanha-lo é preciso ficar atento às características que mais são valorizadas pelos empregadores.

O mercado de trabalho no Brasil pode ser exigente para alguns profissionais, principalmente para os mais jovens. Algumas características são muito admiradas pelos empregadores. Conheça algumas:

– Ter opinião: Um funcionário participativo, que opina e dá sugestões para o crescimento da empresa é muito admirado na atualidade. Aquela imagem do funcionário submisso, que só faz as suas tarefas e obedece ordens, não agrada mais. Hoje é preciso demonstrar interesse pela empresa.

– Ter independência: Nada pior do que um funcionário que não tem iniciativa, ou que fica aguardando as próximas ordens. Funcionários que perguntam mais sobre sua função e que querem aprender são muito mais bem vistos pelo mercado.

– Trabalhar em equipe: Uma das características mais apreciadas pelo mercado é o corporativismo. Funcionários que têm problemas de relacionamento graves, ou que são individualistas são mal vistos nas empresas. É necessário trabalhar bem em equipe para de destacar no trabalho.

– Dominar a tecnologia: Por estarmos inseridos em um ambiente cada dia mais digital, é muito importante que o funcionário tenha domínio das principais ferramentas da modernidade. Saber usar novos aplicativos, buscar aperfeiçoamento e reciclagem, são essenciais para os funcionários manterem-se ativos no mercado de trabalho. Além de ser uma exigência no mercado de trabalho, o uso correto das tecnologias pode ser um aliado para suas tarefas diárias.

– Ser comprometido: Nada de entrar no modo operacional de fazer “mais do mesmo”.  O mercado de trabalho está atento a esses perfis, que embora possam ser produtivos, não trazem inovações para a empresa. É necessário não só estar na empresa, mas fazer parte dela. Ser engajado no trabalho é uma das melhores formas de mostrar resultados maiores do que os esperados.

– Ter expectativas: Um funcionário que tem expectativas acerca de sua própria carreira é uma peça chave para a empresa. A vontade de crescer será muito importante para o ambiente e sua equipe de trabalho. As empresas buscam novas ideias, novas posturas, comprometimento. Somente um funcionário que tem boas expectativas para o futuro pode oferecer essas qualidades.

Por Patrícia Generoso


Ser justo e não levar o desafeto para o lado pessoal são algumas dicas

Ter um bom relacionamento com todos os colegas de trabalho é indispensável para que possamos desenvolver nossas tarefas sem problemas e a empresa conte com uma produção que esteja dentro de suas expectativas, porém, nem sempre isto é possível, pois acontece de não conseguirmos ter um bom relacionamento como algum outro funcionário.

E quando este relacionamento não tão bom acontece entre o chefe e o seu subordinado, a situação fica ainda mais complicada, porque todo chefe precisa desempenhar o papel de motivador. É ele que irá cuidar para que todos os funcionários se mantenham motivados no trabalho, garantindo a melhor produção possível.

Nenhuma empresa espera que o chefe goste igualmente de todos os integrantes da sua equipe, assim como toda empresa sabe que nem todos os funcionários irão ter um bom relacionamento com o chefe, mas é importante saber contornar esta situação para não prejudicar a empresa e a sua própria carreira dentro da empresa.

Uma boa forma de conseguir manter o bom relacionamento com todos, até mesmo com quem você não goste, é começar a pensar sempre, antes de tomar uma decisão, por menor que seja, assim você poderá avaliar se a sua decisão é a mais correta ou se você está se deixando influenciar por não ter um bom relacionamento com algum funcionário e, de certa forma, querer prejudicá-lo. Pois, na verdade, você estaria prejudicando toda a equipe e até mesmo a empresa onde trabalha.

Outra forma de conseguir motivar um funcionário com o qual você não se dá muito bem na empresa é tratando-o da mesma forma que você trata os outros funcionários, com os quais mantém um melhor relacionamento. Nada de dar tarefas mais fáceis para quem você gosta e as mais difíceis para o seu desafeto, aliás, isso só vai complicar ainda mais a situação.

Seja justo na distribuição de tarefas, mostrando a este funcionário que ele é tratado da mesma forma que todos os outros, pois isto vai deixar o convívio de vocês muito mais fácil no ambiente de trabalho.

Na medida do possível, procure se aproximar deste funcionário com o qual você não tem um bom relacionamento e se esforce para compreendê-lo e para conhecer um pouco mais de sua vida profissional. Pode ser que, fora da empresa, ele esteja enfrentando sérios problemas e sua aproximação servirá para que ele se “desarme” e passe a o considerar como um amigo.

Jamais queira levar para o lado pessoal, nem pense em querer ficar provocando-o ou fazendo vinganças, tudo isto só vai deixá-lo ainda mais com raiva de você, não ajudando absolutamente em nada.

Se o clima ficar muito pesado, chame-o para uma conversa particular e, mesmo que vocês não consigam ser amigos, tente convencê-lo que ali dentro da empresa, vocês precisam ter o melhor relacionamento possível, ainda que seja somente profissional, mas que os interesses particulares devem ser deixados de lado, pois isto beneficiará você, ele e a toda empresa.

Por Russel





CONTINUE NAVEGANDO: