Oportunidades ofertadas são para a área de TI.

Os brasileiros que estão à procura de um novo trabalho, ou até mesmo de seu primeiro emprego, estão enfrentando grandes dificuldades, isso porque uma forte crise atingiu a economia do país desde o ano de 2016. De lá para cá, diversas empresas de todos os seguimentos e portes passaram a enfrentar grandes problemas para se manterem em atividade, sendo que muitas tiveram que encerrar suas atividades ou diminuírem seus potenciais de produção, reduzindo assim o número de funcionários.

Mas, ainda em tempos de crise, algumas empresas conseguem alcançar bons resultados e se desenvolver, oferecendo diversas vagas de trabalho.

Dessa forma, para quem busca oportunidades de trabalho, o Grupo Verity acaba de anunciar que está com vagas em aberto no seu quadro de servidores.

A companhia informou que irá disponibilizar 60 vagas no total, sendo que todas são para profissionais da área de Tecnologia da Informação, a TI.

Os cargos disponíveis para a área de TI da empresa são de Scrum Master, Product Owner (P.0.) e Full Stack.

O Grupo Verity é uma companhia que presta diversos serviços em consultoria, buscando promover e transformar de forma positiva os negócios de seus clientes. Seus profissionais são altamente gabaritados e trabalham com tecnologia avançada, desenvolvendo plataformas para uma gestão positivista que vai de ponta a ponta nos negócios. O Grupo também presta assessoria nas áreas de produtos digitais e design, assim como serviços.

Outra área de consultoria que a empresa presta é a na área de Quality Assurance, desenvolvida para grandes empresas, inclusive para startups.

Nesse sentido, se você é um profissional da área de Tecnologia da Informação, veja abaixo os cargos disponíveis no Grupo Verity:

– Full Stack: o profissional neste cargo exerce atividades multidisciplinares, sendo que entre elas está o front-end e back-end. O profissional desta área tem autonomia para receber, entender e entregar projetos totalmente completos, acompanhando-os toda a sua execução.

– Product Owner (P.O.): este profissional trabalha diretamente com a técnica de scrum e outras similares técnicas que priorizam o backlog de projetos e/ou produtos. Este profissional é responsável pela manutenção da integridade de conceitos e suas funcionalidades, assim como bugs e eventuais melhorias.

– Scrum Master: este profissional exerce atividades muito importantes pois participa diretamente de projetos, atuando como um facilitador do sistema Daily Scrum, sendo ele também o profissional responsável pela eliminação de obstáculos que sejam levantados em reuniões realizadas por equipes da empresa.

O grupo Verity trabalha pontuado com a consciência de que cada um de seus colaboradores é extremamente importante para a empresa, sendo estes o seu bem maior.

A empresa busca por novos talentos. Pessoas que possuam grandes capacidades a serem desenvolvidas. Os colaboradores do Grupo Verity podem contar com um excelente local de trabalho, onde contam com todos os recursos que sejam necessários para que possam desenvolver suas capacidades e competências para assim poderem crescer juntamente com a empresa.

Os colaboradores que fazem parte do Grupo Verity podem contar com a oportunidade de crescerem profissionalmente e assim alcançarem postos de liderança.

Sendo assim, se você é um profissional da área de Tecnologia da Informação, não perca essa oportunidade que o Grupo Verity está disponibilizando. Inscreva-se no processo de seleção dos novos colaboradores.

Para se inscrever acesse o site www.verity.com.br e clique na descrição “Trabalhe Conosco”. Preencha a ficha cadastral disponível e aguarde pelo contato dos profissionais da área de Recursos Humanos.

Os candidatos irão receber todas as informações sobre o processo seletivo que será realizado em etapas. Assim, aqueles que forem aprovados serão contratados com base do regime trabalhista da CLT e poderão contar com uma remuneração compatível com o mercado atual, além de receberem diversos benefícios.

Saiba mais sobre as vagas disponibilizadas pelo Grupo Verity. Acesse o site citado acima.

Sirlene Montes


O Analista de TI é responsável por prover os recursos de TI, ou seja, adequar seu uso corretamente para dispor e manter todas as informações em segurança.

Hoje tudo gira em torno da tecnologia e também são geradas muitas informações. Voltando um pouco no tempo, os computadores eram grandes máquinas que tornavam algumas tarefas possíveis de ser executadas, ou seja, automatizava diversas ações.

Com o passar dos anos, a tecnologia foi evoluindo e as máquinas gigantes foram diminuindo seu tamanho físico, no entanto, aumentando sua capacidade de processamento e armazenamento das informações.

Além disso, todos estes equipamentos passaram a evoluir sua tecnologia, a telecomunicação aos poucos foi permitindo que estas máquinas se comunicassem entre elas por longas distâncias.

Primeiro vem a informação…

Mesmo com todo o avanço da tecnologia, a superação das distâncias para as telecomunicações, a informação vem antes de tudo isso. E trabalhar com a informação é o centro de toda esta evolução.

A informação é valiosa!

O termo “Tecnologia da informação” é popular devido ao alto valor que a informação possui. A informação fez com a tecnologia fosse desenvolvida e alcançasse níveis jamais imaginados em outros tempos.

Para empresas, entidades governamentais e não governamentais, pessoas, a informação não são apenas bits e bytes unidos, mas sim um conjunto de dados que se transformam em um patrimônio de valor.

A importância da informação é tão essencial que muitos negócios podem ser destruídos ou descontinuados. Por exemplo, do que seria uma instituição financeira sem todas as informações de seus clientes, se caso ela perdesse todos os dados relacionados a valores de cada um, conta, entre outras informações?

Profissional de TI:

Existem profissionais que cuidam das informações. E um desses profissionais é o Analista de TI.

O Analista de TI é responsável por prover os recursos de TI, ou seja, adequar seu uso corretamente para dispor e manter todas as informações em segurança.

A sua função é entre várias atividades planejar, instalar, configurar e administrar as redes que estão interligados os computadores. Dimensionar requisitos para tráfego de informações, definir quais ferramentas serão utilizadas, especifica quais programas e aplicativos são importantes para manter todo serviço em plena execução.

Monitora e avalia todo o desempenho da rede, cria políticas de segurança para a rede, além de prestar suporte aos usuários.

Além de toda esta responsabilidade ele elabora documentações e procedimentos para que todo o serviço seja mantido em perfeitas condições, prevenindo contra falhas da rede.

Formação do Analista de TI:

A formação de um Analista de TI envolve graduação em análise de sistemas, ciência da computação, sistemas da informação e gestão de TI.

São diversas oportunidades que aparecem no mercado e a média salarial está variando dependendo do tamanho da empresa e experiência do profissional entre R$ 1.908,08 a R$ 7.872,70 (fonte: Banco Nacional de Empregos).

O nível profissional é escalado em Trainee, Júnior, Pleno, Senior e Master e seguindo a escala o tempo de experiência é de 2 anos (trainee), 2 a 4 anos (Júnior), 4 a 6 anos (Pleno), 6 a 8 anos (Senior) e mais de 8 anos (Master).

Os Estados que mais buscam estes profissionais são: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Um dado interessante é que as oportunidades são para profissionais com nível superior.

Por Marcio Ferraz

Clique aqui e saiba mais sobre a profissão de Engenheiro Civil.

Clique aqui e saiba mais sobre a profissão de Administrador.

Clique aqui e saiba mais sobre a profissão de Contador.

Clique aqui e saiba mais sobre a profissão de Farmacêutico.

Clique aqui e saiba mais sobre a profissão de Engenheiro de Produção.


Pesquisa revelou que 56% dos profissionais de Tecnologia da Informação pretendem encontrar um novo emprego neste ano.

De acordo com o barômetro de TI pertencente ao Page Personnel, os profissionais de Tecnologia da Informação irão se movimentar bastante dentro do mercado de trabalho, muitos estão pretendendo mudar de empresa ainda nesse ano e outros já mudaram.  

Segundo a pesquisa realizada, 56% dos profissionais responderam que pretendem encontrar um novo emprego até dezembro de 2016, esses pensamentos vêm ocorrendo devido à falta de possibilidade de crescimento na empresa que está trabalhando atualmente. Antes da crise econômica que está ocorrendo no Brasil, a empresa tinha mais facilidade para subir o nível profissional do funcionário. Hoje está muito complicado, pois a empresa passará a gastar mais e isso não é um dos objetivos das empresas localizadas no Brasil.

Outro fator que leva o profissional a querer mudar de empresa, é o salário. Muitas vezes o salário que ele está recebendo no presente, está abaixo do salário oferecido pelas outras empresas.

A equipe ter um gestor muito conservador também está levando os profissionais a procurar por novas oportunidades no mercado de trabalho. Para atuar na área de TI, os profissionais estão procurando pelo “gestor ideal”, aquele que seja inspirador, não tenha perfil político, seja dinâmico e que esteja acessível para novos diálogos.

Na opinião do diretor da Page Personnel, Ricardo Haag, a área de TI está caminhando ao contrário do mercado, pois é a área que não parou de contratar novos profissionais e os salários oferecidos são muito bons.   

Os profissionais que estão em busca de mudança de empresa, não pretendem analisar apenas a remuneração oferecida, mas também os benefícios, se além da vida profissional também terá uma vida pessoal, plano de carreira, a flexibilidade e o horário de trabalho.

A área de TI é composta pela geração Y, pessoas que nasceram depois da década de 80, elas procuram por mudanças, tem prioridades diferentes e outros ideais na carreira profissional.

A maioria dos profissionais de TI é do sexo masculino, eles representam 87% dos profissionais que atuam nessa área.  A idade varia entre 25 e 35 anos, por esse motivo é muito comum encontrar gestores muito jovens nas equipes de desenvolvimento e aplicações. 40% dos profissionais cursaram apenas até a graduação e 63% possuem inglês entre avançado/fluente.

Por Aline Aparecida Feitosa Dias


Conforme um estudo realizado pela empresa Kelly Services, a cidade que oferece mais profissionais na área da Tecnologia da Informação é São Paulo. A cidade possui 305 do total da força de trabalho nessa área no Brasil. A pesquisa da empresa de recursos humanos foi feita entre os anos de 2010 e 2013.

No país, um dos mercados que vem crescendo cada dia mais é o da Tecnologia da Informação. Por ser uma área promissora, muitas pessoas estão buscando se especializar no setor.  Na capital paulista é onde se encontra a maior parte de profissionais da área e também é em São Paulo onde se acham os melhores salários, estes sendo superior à media salarial do país para este setor. Além de ter os profissionais mais capacitados e de oferecer remunerações muito atraentes, São Paulo tem aumentando o número de ofertas de trabalho para as pessoas capacitadas nessa área.  A pesquisa feita pela Kelly Service mostrou que a cidade ofereceu três vezes mais possibilidades de emprego para a área de TI do que nas demais áreas do conhecimento.

Durante os anos da realização da pesquisa, foi detectado que em São Paulo estão concentrados 90 mil profissionais de Tecnologia da Informação. Até o final de 2015 este número poderá pular para até 150 mil.

De acordo com os resultados obtidos pela pesquisa, o salário anual dos profissionais que atuam nesse setor foi de R$ 83 mil, bem diferente da média registrada no país de R$ 74 mil. O cargo que representa a maior diferença em termos de salário é o de Gerente de TI. Um profissional que ocupe esse cargo em São Paulo receberá uma remuneração de R$ 170 mil anual, aproximadamente, já o resultado da média nacional é de R$ 118 mil.

Nos anos de pesquisa verificou-se que o número de vagas para Analista em TI subiu 28%, Gerente de TI cresceu em 29% e o cargo de Engenheiro registrou um crescimento de 48% comparado com o número de vagas oferecidas em anos anteriores. 

Por Melina Menezes





CONTINUE NAVEGANDO: