Saiba aqui qual o valor que você terá direito sobre o Lucro do FGTS.

O Governo Federal anunciou recentemente a divisão do lucro do FGTS com 88 milhões de trabalhadores, até o dia 31 de agosto.

Todos trabalhadores que até Dezembro de 2016 tinha algum saldo em seu Fundo de Garantia vai receber rendimentos em sua conta ativa ou inativa.

Quer saber mais sobre quanto será acrescido em sua conta do FGTS e como calcular, continue lendo este texto e entenda.

Metade do Lucro

Até o final de agosto serão R$ 7,28 bilhões repartidos entre todos os trabalhadores que possuem fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS). A metade do lucro obtido pela arrecadação terá o pagamento feito em contas proporcionalmente ao saldo de cada uma.

Em relação ao ano de 2016, o rendimento que era de 5,11% subirá para 7,14%. Ou seja, um acrescimento equivalente a 1,93% sobre o retorno, que anualmente é de 3% somado a variação da taxa referencial (T.R).

Para entender quanto receberá, o cálculo feito é para cada R$ 100,00 em saldo na conta, o trabalhador receberá R$ 1,93 de rendimento sobre o saldo, incluído o rendimento normal do fundo.

Como consultar o saldo do FGTS?

Para consultar o saldo do FGTS é possível por meio de dois canais. Através do serviço de atendimento da Caixa, pelo telefone 0800 726 2017.

No site da Caixa, informando o número do CPF ou do PIS. Para conseguir consultar o saldo tenha em mãos o número do NIS (Número de Identificação Social), que também é conhecido como PIS/PASEP.

Os números do NIS estão impressos no cartão cidadão ou na carteira de trabalho.

Quem sacou o FGTS das contas inativas este ano vai ter direito de recebimento da sua parte no lucro do fundo. Porém, para receber e sacar o dinheiro é preciso justificar, apenas em situações específicas será possível concretizar a ação.

Como calcular o saldo a receber?

Para saber quanto vai receber do lucro do FGTS em sua conta multiplique o saldo que estava em seu fundo em 31 de Dezembro de 2016 por 0,0193, equivalente a 1,93%.

Veja abaixo os respectivos cálculos para cada saldo em conta.

Por exemplo, o trabalhador que tem R$10,00 em saldo terá R$ 0,19 de pagamento da divisão do lucro, quem possui R$1.000 receberá R$ 19,30 e assim sucessivamente.

Para calcular multiplique, caso houver 100:

R$ 100 X 0,0193 = R$ 1,93

Onde o FGTS é investido?

O lucro do FGTS que vai ser dividido com os trabalhadores foi anunciado no final de 2016 através da medida provisória 763.

Esta medida também autorizou o saque dos valores das contas inativas do fundo, com prazo até 31 de julho deste ano.

Mas afinal, onde é investida toda a arrecadação feita para o Fundo de Garantia?

Um terço do dinheiro das contas do FGTS tem o propósito de financiar projetos voltados à habitação, saneamento e infraestrutura. A metade do fundo que é equivalente a outra parte do dinheiro é usada em aplicações em títulos do Tesouro Nacional.

Esta aplicação recebe juros que são devolvidos ao fundo que somados equivalem aos lucros.

Quem pode sacar?

O Ministério do Trabalho impõe algumas regras que devem ser respeitadas na hora de efetuar o saque dos valores. É preciso estar atento as seguintes situações, veja algumas delas:

· Trabalhador que foi demitido sem justa causa;

· Contratos que terminaram por prazo determinado;

· Caso houver rescisão de contrato por extinção da empresa, partes das atividades, em situação de fechamento de quaisquer de seus outros estabelecimentos, filiais, se o empregador falecer ou anulação do contrato de trabalho descrito no inciso II do artigo 37 da Constituição;

· Na rescisão de contrato por ambas as partes ou força maior;

· Quando o trabalhador aposentar;

Para saber todas as situações que o trabalhador tem direito é possível acessando o site oficial da Caixa Econômica (http://www.caixa.gov.br).

Este artigo foi útil para você? Compartilhe e marque seus amigos nas redes sociais.

Marcio Ferraz


Saiba aqui como consultar o FGTS através do Portal Cidadão Caixa.

Para realizar a consulta do FGTS é bem simples, há três meios para tal, sendo a consulta pela internet, pelas agências e pelo telefone. A Caixa também envia frequentemente para seu endereço um extrato do seu FGTS, facilitando o acompanhamento da sua conta.

Caso queira consultar o seu FGTS pela internet é fácil, pode ser feito diretamente da sua casa. A Caixa desenvolveu um sistema eletrônico online onde é possível acompanhar os lançamentos que ocorrem em sua conta.

Para fazer a consulta apenas precisa ter conexão com a internet, acessar o site da Caixa Econômica Federal e estar em posse do seu número de PIS (Programa de Integração Social), além da senha para acesso, criada por você mesmo no próprio site. Acesse este link para ir diretamente para a área de consulta de FGTS.

Para tanto, você irá precisar de:

  • Número do PIS – é possível encontrá-lo na carteira de trabalho;
  • A senha para a internet – Caso você já tenha acessado alguma vez, caso contrário será necessário cadastrar

É possível consultar também pelo aplicativo da Caixa. Necessitando das mesmas informações citadas acima.

Extrato FGTS nas Agências

Se você não tiver acesso à internet é possível também realizar a consulta diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal ou nas lotéricas, entrando na fila e realizando a consulta pelo caixa eletrônico.

Para a realização desta ou qualquer outro tipo de movimentação na conta do Fundo de Garantia é preciso ter em mãos o cartão cidadão, já que os beneficiários que comparecem nas agências necessitam portar a carteira de trabalho, onde consta o número do PIS e um documento original de identificação.

Extrato FGTS por telefone

Há também alguns canais de atendimento por telefone da Caixa, por meio do telefone, para sanar dúvidas sobre o Fundo de Garantia. Você pode telefonar para o SAC da Caixa no número 0800 726 0207, o atendimento ocorre de segunda a segunda, 24 horas por dia.

Ao fazer a consulta em alguma lotérica, se estiver disponível, o valor máximo para saque do Fundo de Garantia é de R$ 1.500,00, sendo solicitado o cartão cidadão, documento de identificação e senha pessoal.

FILIPE R SILVA


Saiba quem tem direito de receber, como sacar e tirar o extrato do FGTS.

O FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) existe desde 1967, foi criado com o objetivo de garantir um fundo monetário de segurança ao trabalhador, quando o contrato de trabalho com base na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) se encerra sem justa causa.

O montante é resultado de depósitos efetuados mensalmente pelo empregador em uma conta vinculada ao CPF de cada empregado. Esse valor é atualizado e acrescido de juros durante todo o tempo de serviço. O valor do recolhimento periódico é calculado de acordo com o salário bruto recebido e varia de 2%, no caso de aprendizes, até 11,2%, no caso de trabalhadores domésticos.

Quem tem direito ao benefício?

Todos os trabalhadores com carteira assinada, Além destes, também os atletas profissionais, trabalhadores rurais, inclusive os que atuam somente no período de colheita, os avulsos e temporários, além dos já citados empregados domésticos e os que estão em condição de aprendizes têm direito ao FGTS.

Quando sacar o fundo?

Além do caso de demissão, existem outras ocasiões em que é possível sacar o FGTS como, por exemplo, na compra de um imóvel ou para a aceleração de sua quitação, quando ocorre a aposentadoria ou em casos de doenças terminais, entre outros.

Contas inativas

 

O saque do FGTS para contas inativas já está liberado. Os saques terminam no dia 31 de julho. Confira o calendário:

Nascidos em Sacam a partir de
Janeiro e Fevereiro 10 de março
Março, Abril e Maio 10 de abril
Junho, Julho e Agosto 12 de maio
Setembro, Outubro e Novembro 16 de junho
Dezembro 14 de julho

 

Como tirar o extrato?

A qualquer momento o empregado pode consultar o seu extrato do FGTS, o que pode ser feito facilmente pela internet. Basta fazer um cadastro no site da Caixa Econômica Federal, instituição detentora dos valores, e acessar as informações.

É possível também acompanhar a movimentação da conta por meio de cadastro de número de celular. Assim, uma mensagem é enviada ao trabalhador cada vez que houver uma mudança na conta. O contratado que possui o cartão cidadão pode consultar o saldo do FGTS nos terminais de autoatendimento da Caixa.

O trabalhador pode, ainda, comparecer pessoalmente no guichê de atendimento e fazer uma consulta diretamente com o atendente do banco. Mesmo assim, um extrato anual é enviado, pelo serviço postal, a cada trabalhador. Para isso, é importante lembrar que os dados cadastrais precisam ser sempre atualizados no banco de dados da Caixa Econômica.

Para saber mais sobre o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, você pode acessar também a página do governo federal que trata do assunto em: www.fgts.gov.br/trabalhador/servicos_online/extrato_fgts.asp.

Por Janaina Pereira





CONTINUE NAVEGANDO: