O Corretor de Imóveis coloca alguém que quer vender, ao lado de quem quer comprar, mostrando um preço justo para ambos.

Para ser um corretor de imóveis, profissão autorizada pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI), não basta ser formado em "Técnico em Transações Imobiliárias" ou curso superior em Ciências ou Gestão de Negócios Imobiliários, deve também cumprir com as suas responsabilidades e respeitar o código de ética desta profissão.

Conforme a Lei n° 6.530, o corretor deve intermediar a compra, venda, locação e permuta de imóveis e pode opinar na sua comercialização, ou seja, colocar alguém que quer vender, ao lado de quem quer comprar, mostrando um preço justo para ambos.

Para desempenhar a função de Corretor de imóveis, entre outras disciplinas, é necessário o conhecimento de informática, topografia, engenharia, arquitetura, matemática financeira e direito imobiliário. A obrigação desta profissão também está em apresentar todas as informações do negócio para as pessoas envolvidas, bem como, a situação do andamento dos negócios, os riscos de perdas e danos ao imóvel e principalmente os valores agregados naquela negociação.

As principais atividades estão em se manter atualizado no mercado imobiliário, reunir todas as informações detalhadas sobre aquela transação, firmar o seu contrato pela prestação de serviços, fazer a negociação entre as partes com o preço e as condições de pagamento, examinar a documentação do imóvel e informar aos futuros compradores ou inquilinos, mostrar o imóvel ao cliente agendando a visita e mostrar as melhores alternativas para os investidores.

O código de ética instrui o corretor a conhecer todos os detalhes do negócio antes de oferecer para alguém, informar ao cliente todos os riscos e dados verdadeiros, nunca deixando nenhuma informação passar despercebido ou algo que possa prejudicar e dar prejuízo ao comprador, qualquer valor ou documento entregue, deve ser direcionado a quem for, o mais rápido possível e deixar a sua competência para a orientação profissional do negócio, nunca influenciando na decisão pessoal do cliente.

Entre outros, o código de ética menciona em não receber comissões diferentes ao da tabela do CRECI, não ter nenhuma vantagem "extra" na negociação, não ser desleal a nenhum colega de profissão e não segurar negócios em seu poder, que não irá conseguir realizar.

O CRECI se encarrega de verificar os seus inscritos e as suas faltas cometidas, aplicando as devidas penalizações conforme a legislação vigente.

O mercado de trabalho para este profissional existe com vagas efetivadas e autônomas e os ganhos podem variar, dependendo da região e da carga horária exercida.

Por Fernando Dias

Outras Profissões:

Contador

Farmacêutico

Engenheiro de Produção

Analista de TI

Gerente de RH

Advogado

Arquiteto

Biomédico

Acupunturista

Almoxarife

Analista Comercial

Agente de Viagens

Aspirante da Aeronáutica

Assessor de Imprensa

Assistente Social

Aspirante a Oficial do Exército

Auxiliar ou Assistente Administrativo

Agrônomo

Auditor

Bibliotecário

Biólogo

Blogueiro

Bombeiro

Barista

Ator

Chefe de Cozinha

Comunicador Social





CONTINUE NAVEGANDO: