Programa Meu Emprego Inclusivo – curso para pessoas com deficiência


Programa Meu Emprego Inclusivo oferece cursos para pessoas com deficiência.

Vivemos em um mundo, infelizmente, onde existe ainda muito preconceito e isso interfere totalmente no ingresso dessas pessoas no mercado de trabalho. Pensando nisso, foi criado o programa meu emprego inclusivo. Neste artigo você irá encontrar informações relevantes para decidir se candidatar ou não a uma vaga e também obter mais informações sobre o mercado de trabalho.


Informações do programa

O programa foi criado pela SEDP do estado de São Paulo, e como próprio nome diz, tem como objetivo colocar pessoas com diversas deficiências no mercado de trabalho. E possui diversos diferenciais.


Um deles é o fato de aceitar no programa também menores de 18 anos, mais especificamente a partir de 16 anos. Esses jovens serão avaliados. E que avaliações seriam essas? Serão feitos exames intelectuais e também médicos e laboratoriais. Esses exames irão auxiliar os profissionais a indicar de forma mais assertiva possível para as empresas e vagas disponíveis.


Outro diferencial do programa é o fato das empresas que irão oferecer as vagas também receberem apoio e treinamento para proporcionar a melhor experiência possível a esses jovens.


O objetivo do programa é claro: Não só alocar esses jovens em oportunidade de trabalho, mas mantê-los ativos no mercado.

As vagas são inicialmente para a cidade de Bauru-SP, e são de 60 a 100 horas.

Para se candidatar basta acessar o Link: https://www.desenvolvimentoeconomico.sp.gov.br/programas/sp-trabalho-inclusivo/

A inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho

Hoje no Brasil contamos com diversos jovens com alguma deficiência física ou intelectual que precisam de maiores oportunidades para o ingresso no mercado de trabalho. Programas como o que é objetivo deste artigo são cada vez mais necessários para facilitar a vida desses jovens.

Além do programa citado existem vários com o mesmo objetivo. Projetos como o Iluminar (RJ) e o Essencis (MG) são exemplos de como essas organizações são importantes para as pessoas e principalmente jovens com deficiência.

Uma instituição que também faz a diferença é a Ação Social para Igualdade das Diferenças – ASID. A instituição se dedica a facilitar o ingresso dessas pessoas e a adaptação das empresas que querem dar oportunidade para essas pessoas tão especiais. Acesse o site: https://asidbrasil.org.br/br/.

O Desemprego no Brasil

Vivemos no País hoje uma crise econômica sem precedentes. Desde 2019 estamos vivendo um momento de muita recessão, porém, a pandemia da COVID-19 agravou a situação. Com várias indústrias parando suas produções e comércios fechando as portas, vários trabalhadores ficaram sem seus empregos e isso gerou uma crise sem precedentes. E é importante ressaltar que essa crise não afetou somente os empregos formais e sim o mercado como um todo. Os profissionais liberais e o mercado informal também sofreram com a pandemia. Com todos em isolamento social, não existiam clientes para esses profissionais. Com a atenuação da pandemia o mercado começa a dar sinais de recuperação. Aos poucos a economia começa a reaquecer e isso consequentemente traz novamente os empregos para os profissionais brasileiros.

Alguns setores estão capitaneando essa retomada. O setor automotivo já começa a reabrir suas siderúrgicas e a lançar novos modelos. Profissionais que estavam em férias coletivas já estão sendo chamados ao retorno. Outro setor que também cresce vertiginosamente é o setor de TI. O mercado de tecnologia, que já era imenso no País, aumentou muito durante a pandemia devido ao isolamento social e consequentemente o aumento do e-commerce. Profissionais de programação e desenvolvimento são extremamente requisitados pelo mercado, porém, é necessário deixar claro que se trata de uma área que demanda uma especialização muito grande. A exigência é alta, porém, os salários compensam. Os salários do mercado de tecnologia estão entre os mais altos do mercado de trabalho brasileiro.

É torcer para que continuemos nessa onda de crescimento.


Texto: Cíntia Silva


Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.