Cadastro Entregador Eu Entrego – Quanto Ganha





Saiba como ser entregador do app Eu Entrego, como fazer o cadastro e quanto ganha.

O Eu Entrego é um serviço de entregas que conta com mais de 80 mil entregadores independentes cadastrados. O objetivo do serviço é diminuir os gastos e o tempo que leva para uma encomenda ser entregue ao destinatário, ao conectar varejistas a pessoas que desejam fazer uma renda extra, que podem pegar serviços de delivery na rota habitual para o trabalho ou faculdade.

As entregas podem ser feitas a pé, bicicleta, ônibus e ainda de moto ou carro e os entregadores possuem total flexibilidade de horário e podem escolher os serviços que desejarem, levando em consideração a rota e o valor oferecido pelo cliente e estão disponíveis 24 horas, em todos os dias da semana. Além do mais, é bem fácil de se inscrever e o pagamento é feito de maneira quinzenal.




E aí? Quer saber como se tornar um entregador do app Eu entrego? Então continua lendo, pois separamos os requisitos, como fazer o cadastro e se tornar um entregador independente e ainda informações sobre taxas de serviço e quanto é possível ganhar com ele. Confira!

Requisitos para se cadastrar no Eu Entrego

Para fazer parte do time de entregadores autônomos da Eu Entrego é preciso ter mais de 18 anos, conta bancária, para depósito dos valores devidos pelas entregas, e ainda um telefone celular com acesso a internet. Isso porque todo o serviço e contato com os clientes são feitos via aplicativo.


Além do mais, o candidato deve apresentar um comprovante de antecedentes criminais, documento que é emitido pela Polícia Civil. Outro requisito é de que o entregador possua uma MEI (Micro Empresa Individual), para que possa emitir nota fiscal para todos os serviços prestados através da plataforma. Para isso, no entanto, o profissional tem até 45 dias após o cadastro para regularizar a situação ou terá o pagamento suspenso.

O que fazer se tornar um entregador?

Ao cumprir os requisitos é preciso apenas acessar esse site (entregador.euentrego.com.br/cadastro) para realizar o cadastro inicial, preenchendo os campos com os dados pessoais e de contato. Em seguida o entregador será direcionado para uma página onde deverá falar um pouco sobre ele, como disponibilidade para entrega, meio utilizado.

O próximo passo será preencher o endereço, que deve ser feito com cuidado, pois será usado para definir quais anúncios de entrega serão enviados os dados bancários, para depósito do pagamento.

Feito isso deverá informar os dados do veículo e enviar o documento, se for utilizar moto ou carro. Por fim, basta anexar os seguintes documentos originais: RG (Documento de Identidade), uma foto atual, um comprovante de residência, de antecedentes criminais, os dados bancários e o MEI. Entregadores que dirigem devem acrescentar o documento do meio de locomoção e a CNH e finalizar o cadastro.

Após enviar esses dados a plataforma irá analisar e mandar um e-mail com a confirmação. A partir daí o inscrito na plataforma deve fazer o download do aplicativo e passará a receber anúncios, podendo escolher as entregas que deseja fazer.

Quanto é possível ganhar e qual é a taxa de inscrição?

De acordo com o anúncio da Eu Entrego, é possível ganhar até R$3 mil durante o mês e não é cobrado o pagamento de uma taxa de inscrição. Os valores de cada entrega variam de acordo com o cliente e é possível fazer várias entregar no mesmo dia.

O pagamento é feito quinzenalmente, com depósito na conta bancária informada no momento da inscrição.

Como funciona o aplicativo

A plataforma funciona de uma maneira bem simples: O cliente faz o pedido, informando os dados e até postando uma foto da encomenda, local e data para pegar e o endereço para entrega, bem como o prazo para que isso seja feito e informa quanto vai pagar.

Os entregadores que estão naquela rota recebem a oferta e decidem se vão ou não aceitar. Eles podem também negociar com o dono do anúncio, para assim definir um melhor valor final. Após finalizar a entrega, o profissional independente deve marcar o pedido como finalizado e retornar com a nota fiscal para o cliente.

Como é um serviço independente, não é preciso ter horários pré-definidos e o entregador não tem a obrigação de realizar um número mínimo de entregas, podendo, inclusive, recusar serviços.

Por Tailane Paulino

Eu Entrego



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *