Entregador Loggi – Como Fazer o Cadastro, Quanto Ganha





Saiba como se tornar um entregador Loggi e como obter uma renda extra.

Nos últimos anos, a utilização de aplicativos para acionar serviços foi amplamente majorada, o que popularizou, por exemplo, entrega de refeições e encomendas em geral. Nesse sentido, uma das empresas que mais despontou no mercado de entregas por aplicativos é a Loggi.

Loggi é uma empresa especializada em logística, que opera por meio de uma plataforma acessível por celulares e computadores para clientes e entregadores autônomos. Ela não mantém vínculos empregatícios com os motoristas, apenas gerencia a comunicabilidade entre estes e as pessoas, físicas e jurídicas, que necessitam transportam algo em determinado território. Em seu portfólio, a Loggi possui várias modalidades de serviços, que variam desde a entrega de pequenos objetos esquecidos e documentos até delivery de comida ou comércio local, sendo o tamanho máximo permitido o mesmo do volume do baú de transporte permitido pelas leis de trânsito. O pagamento pode ser feito através das máquinas de cartão ou pelo aplicativo.




Atualmente a Loggi está em cinco capitais brasileiras: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba. Os preços variam de cidade para cidade, sendo cobrada uma tarifa mínima acrescida de taxas variáveis, de acordo com o número de pontos de entrega, a quilometragem rodada pela motocicleta e adicional de espera, caso o motorista tenha de esperar por mais de 10 minutos no local de coleta ou de entrega.

Para trabalhar na Loggi como entregador, é necessário que você baixe o aplicativo nas lojas especializadas, como Google Play e Apple Store. Seu tamanho é reduzido e, portanto, não exige muito do aparelho. Depois basta preencher com seus dados e fotografar os respectivos documentos comprobatórios que são: carteira de identidade; documento do veículo de acordo com as normas e dentro do prazo de validade; registro no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica ( CNPJ ), contendo a especificação do ramo como “ Transporte rodoviário de carga ” – atenção nesse quesito, pois a opção deve deixar explícito que não haverá transporte de produtos perigosos e mudanças e que o âmbito de atuação será municipal; comprovante de residência emitido nos últimos 90 dias; conta ativa em algum banco, desde que você seja titular, seja poupança ou corrente e venha explicitado se está vinculada a uma pessoa física ou jurídica. Após o envio das informações e dos documentos, basta aguardar a análise pela empresa e, caso esteja tudo em conformidade, você será contatado para ativação do cadastro.


Vamos falar de valores! O dinheiro repassado aos entregadores depende do sucesso das entregas. Assim, paga-se R$ 3,00 por ponto entregue, mais R$ 0,95 por km rodado. Estima-se que cada rota tenha quarenta e cinco pontos de entrega. Caso você obtenha 90% de sucesso em uma rota, serão contabilizados todos os pontos desta, inclusive os casos de insucesso, ou seja, você irá receber como se todas as encomendas tivessem sido entregues conforme o pedido. Além disso, é acrescido o valor de R$ 150 a título de entrega mínima. Como uma forma de incentivar o sucesso do serviço, caso o entregador obtenha 100 % de pontos entregues, ganhará um bônus de R$ 20. O repasse dos valores pode ser semanal ou mensal. Para o primeiro, é cobrada uma taxa de R$ 8,90 para custear as operações necessárias. Os valores devidos são depositados entre quarta e sexta-feira de toda semana, desde que seu saldo seja superior a R$ 9,90. Já para repasses mensais, não há taxas e ele acontece toda primeira quarta-feira útil do mês.

Vale salientar que, para ser entregador, é preciso possuir moto ou van, não sendo autorizada a utilização de carros de passeio, caminhões ou outros veículos. Ademais, é preciso a inscrição como Microempreendedor Individual, chamado MEI, para que as transações com a Loggi sejam possíveis e que a tarifação seja menor que a realizada em empresas.

Tomara que o texto tenha auxiliado na sua escolha em trabalhar com a Loggi!

Por Mateus Aparecido de Faria

Loggi



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *