Como Trabalhar no Rappi – Requisitos para ser Entregador do Aplicativo





Saiba aqui como trabalhar de entregador do aplicativo Rappi.

Devido ao desemprego e crise econômica, muitas pessoas buscam trabalhar em aplicativos de entrega, como a Rappi, que é um serviço de delivery online em que o usuário pode pedir produtos, alimentos, medicamentos, etc; sem sair de casa.

A plataforma Rappi é aceita tanto em celulares Android como iOS (iPhone) e qualquer pessoa que tenha um veículo e se cadastre no aplicativo pode trabalhar como entregador e fazer da Rappi como uma renda principal ou extra.




Basta que o interessado acesse o aplicativo, faça seu cadastro como entregador, envie através de upload digital alguns de seus documentos e do veículo e aguarde a sua aprovação para dar início aos trabalhos de entrega.

A melhor parte de trabalhar para a Rappi é que o entregador faz o seu próprio horário, ele quem vai decidir quantas entregas irá fazer por dia e quanto precisa receber por mês. Outra vantagem é que, quando o entregador vai ganhando mais experiência e vai recebendo boas avaliações dos clientes, ele poderá fazer entregas mais elaboradas.


Como ser um entregador Rappi?

Para ser um entregador, o interessado deverá baixar em seu celular o aplicativo Rappi Entregador. O próximo passo é se cadastrar na plataforma, inserir alguns de seus dados pessoais, enviar uma cópia via upload digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e escolher a sua área de entrega. Quem não tem moto ou CNH pode fazer as entregas com bicicleta.

Para se tornar um entregador Rappi, é preciso ser maior de idade e ter o seu cadastro aprovado. Após aprovação, o parceiro recebe um treinamento de forma presencial ou online para saber todos os detalhes de como funciona o aplicativo e como começar a fazer entregas.

Depois de todas essas etapas, o cidadão se transforma em um entregador Rappi. Daí ele participa de quatro níveis diferentes para entrega de acordo com o sistema do aplicativo. Quanto mais entregas o entregador fizer, mais ele vai avançando de nível. O nível um, que é o mais básico, o parceiro Rappi pode apenas receber pagamentos em cartão de crédito ou PayPal.

Depois de 10 corridas, ele deverá ir até uma central Rappi de sua cidade para retirar o seu cartão pré-pago e avançar para o nível dois. A partir daí o entregador terá mais opções de estabelecimentos para coletar produtos, inclusive em farmácias, por exemplo.

Ao fazer mais e mais corridas, o entregador então pode passar para o nível três da Rappi, em que se amplia os métodos de pagamento – além do cartão de crédito e PayPal – também cartão de débito e dinheiro. No nível três o entregador já estará apto para entrar na categoria para entregar “Qualquer Coisa”. Neste momento o cliente pode transferir um determinado valor ao entregador para que ele mesmo possa ir no estabelecimento solicitado e comprar o produto.

A partir de 149 corridas, o parceiro Rappi chega ao nível quatro. O entregador terá uma infinidade de estabelecimentos em que pode coletar e entregar produtos, pode transportar bebidas de todos os tipos e até mesmo ser parceiro do RappiCash, que é um serviço que funciona como delivery de caixa eletrônico.

O entregador pode ter sua conta bloqueada?

Caso o entregador tenha uma avaliação ruim pelos usuários ou tenha acusações de mau comportamento, o parceiro Rappi pode ter a sua conta bloqueada. O entregador deve ficar atento quanto a qualidade da entrega para o cliente, pois esse quesito conta muito para o aplicativo.

A comunicação feita entre a Rappi e o entregador acontece através de e-mails, por isso o parceiro deve ficar atento a sua caixa de entrada, pois os alertas em caso de infração serão feitos por lá. Atitudes ruins do entregador com o cliente geram cartões amarelos ou vermelhos, que podem acarretar no bloqueio da conta.

Por Carolina Costa



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *