Concurso PM-SP 2018 – Seleção da Banca Organizadora




Certame deverá contar com 270 vagas.

Nova perspectiva para estudantes e profissionais residentes no Estado de São Paulo. Já está publicado um novo edital de concurso público destinado a prover cargos no departamento da Polícia Militar do Estado de São Paulo, a PM-SP, cujo posto de trabalho em oferta é o de soldado. Assim, aumenta a expectativa com relação à liberação do outro edital, o qual deve contemplar o preenchimento de um número de 270 postos para aluno oficial, dentro da Academia de Polícia Militar localizada em Barro Branco, sendo que a autorização foi sancionada pelo governo no dia 9 de junho.

Conforme os dados registrados e obtidos por meio do departamento de recrutamento e de seleção do mesmo órgão, essa liberação deverá ocorrer assim que a assinatura de contrato com a banca responsável pela organização for firmada, sendo que a instituição em questão será a Fundação Vunesp, cuja atuação foi confirmada a partir de uma publicação no diário oficial do dia 14 de junho. Deste modo, há grande chance de que o processo de seleção inicie seu itinerário nas semanas vindouras. Todos os interessados precisam manter-se atentos.


Com relação à carreira em questão, a mesma será destinada aos concorrentes de ambos os sexos. As condições necessárias para participar serão as seguintes: possuir certificado de ensino médio; estar em idade entre 17 e 30 anos – com exceção ao caso de concorrente ao cargo de servidor da corporação – e possuir altura mínima de 1,60 metros para os candidatos homens e 1,55 metros para as candidatas mulheres. As idades devem ser consideradas em conformidade com o próprio prazo de inscrição deste concurso.

Todos os candidatos selecionados serão encaminhados para o curso de oficiais, recebendo vencimento no valor de 3.095,88 reais, além da inclusão do salário no valor de 2.404,24 reais, junto ao adicional para insalubridade no valor de 691,64 reais, cuja jornada é de 40 horas por semana. Ao longo do curso de aluno oficial, todos os participantes terão o direito a mais três reajustes, subindo o valor para 3.328,54 reais, 3.648,38 reais e 3.938,12 reais, contando com o adicional para insalubridade.

Sobre as atribuições do cargo oficial estão:

Atuar na gestão e no comando das pessoas, na análise e na administração dos processos, por meio de ampla utilização dos conhecimentos para busca das soluções destinadas aos variados problemas referentes às atividades jurídicas e atividades administrativas, para a preservação de toda a ordem pública e na atividade de policiamento ostensivo, em plena conformidade com os princípios fundamentais do departamento de polícia comunitária e sobre os direitos humanos, entre outras atividades previamente definidas na lei, estabelecidas por intermédio da conclusão efetiva, com o aproveitamento de bacharelado na área de ciência policial, especializada em segurança e em ordem pública, programada para a formação dos profissionais com solidez tanto teórica quanto prática, dando início, em seguida, ao exercício do posto de oficial.


O histórico registrado no concurso anterior, realizado no ano de 2017, indica que para o mesmo cargo foram ofertados 221 postos de trabalho. Na ocasião a banca responsável pela organização foi a própria Fundação Vunesp. O processo de seleção consistiu em provas objetivas, em uma prova dissertativa (redação), além dos exames de aptidão física, dos exames de saúde, dos exames psicológicos e da necessária avaliação sobre a conduta social, sobre a reputação e em cima da idoneidade do candidato selecionado, finalizando com a análise dos documentos. O processo, portanto, será rigorosamente cumprido.

É importante que todas as pessoas interessadas mantenham-se constantemente atualizadas sobre esse novo processo seletivo, prestes a ser oficializado. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *