Saiba aqui qual o valor que você terá direito sobre o Lucro do FGTS.

O Governo Federal anunciou recentemente a divisão do lucro do FGTS com 88 milhões de trabalhadores, até o dia 31 de agosto.

Todos trabalhadores que até Dezembro de 2016 tinha algum saldo em seu Fundo de Garantia vai receber rendimentos em sua conta ativa ou inativa.

Quer saber mais sobre quanto será acrescido em sua conta do FGTS e como calcular, continue lendo este texto e entenda.

Metade do Lucro

Até o final de agosto serão R$ 7,28 bilhões repartidos entre todos os trabalhadores que possuem fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS). A metade do lucro obtido pela arrecadação terá o pagamento feito em contas proporcionalmente ao saldo de cada uma.

Em relação ao ano de 2016, o rendimento que era de 5,11% subirá para 7,14%. Ou seja, um acrescimento equivalente a 1,93% sobre o retorno, que anualmente é de 3% somado a variação da taxa referencial (T.R).

Para entender quanto receberá, o cálculo feito é para cada R$ 100,00 em saldo na conta, o trabalhador receberá R$ 1,93 de rendimento sobre o saldo, incluído o rendimento normal do fundo.

Como consultar o saldo do FGTS?

Para consultar o saldo do FGTS é possível por meio de dois canais. Através do serviço de atendimento da Caixa, pelo telefone 0800 726 2017.

No site da Caixa, informando o número do CPF ou do PIS. Para conseguir consultar o saldo tenha em mãos o número do NIS (Número de Identificação Social), que também é conhecido como PIS/PASEP.

Os números do NIS estão impressos no cartão cidadão ou na carteira de trabalho.

Quem sacou o FGTS das contas inativas este ano vai ter direito de recebimento da sua parte no lucro do fundo. Porém, para receber e sacar o dinheiro é preciso justificar, apenas em situações específicas será possível concretizar a ação.

Como calcular o saldo a receber?

Para saber quanto vai receber do lucro do FGTS em sua conta multiplique o saldo que estava em seu fundo em 31 de Dezembro de 2016 por 0,0193, equivalente a 1,93%.

Veja abaixo os respectivos cálculos para cada saldo em conta.

Por exemplo, o trabalhador que tem R$10,00 em saldo terá R$ 0,19 de pagamento da divisão do lucro, quem possui R$1.000 receberá R$ 19,30 e assim sucessivamente.

Para calcular multiplique, caso houver 100:

R$ 100 X 0,0193 = R$ 1,93

Onde o FGTS é investido?

O lucro do FGTS que vai ser dividido com os trabalhadores foi anunciado no final de 2016 através da medida provisória 763.

Esta medida também autorizou o saque dos valores das contas inativas do fundo, com prazo até 31 de julho deste ano.

Mas afinal, onde é investida toda a arrecadação feita para o Fundo de Garantia?

Um terço do dinheiro das contas do FGTS tem o propósito de financiar projetos voltados à habitação, saneamento e infraestrutura. A metade do fundo que é equivalente a outra parte do dinheiro é usada em aplicações em títulos do Tesouro Nacional.

Esta aplicação recebe juros que são devolvidos ao fundo que somados equivalem aos lucros.

Quem pode sacar?

O Ministério do Trabalho impõe algumas regras que devem ser respeitadas na hora de efetuar o saque dos valores. É preciso estar atento as seguintes situações, veja algumas delas:

· Trabalhador que foi demitido sem justa causa;

· Contratos que terminaram por prazo determinado;

· Caso houver rescisão de contrato por extinção da empresa, partes das atividades, em situação de fechamento de quaisquer de seus outros estabelecimentos, filiais, se o empregador falecer ou anulação do contrato de trabalho descrito no inciso II do artigo 37 da Constituição;

· Na rescisão de contrato por ambas as partes ou força maior;

· Quando o trabalhador aposentar;

Para saber todas as situações que o trabalhador tem direito é possível acessando o site oficial da Caixa Econômica (http://www.caixa.gov.br).

Este artigo foi útil para você? Compartilhe e marque seus amigos nas redes sociais.

Marcio Ferraz


Saiba aqui qual é a fórmula de cálculo e como sacar o Dinheiro do PIS 2018.

O período de pagamento do PIS 2018 está próximo de começar. A notícia é muito bem-vinda para os trabalhadores, já que os últimos tempos no Brasil tem sido regidos por instabilidade econômica e crise política. Neste período tão incerto, uma renda extra cai como uma luva, pois a maioria dos beneficiados retiram o dinheiro do PIS para quitar dívidas, realizar algum reparo no automóvel ou ajudar na reforma da casa. Independente do rumo que esse dinheiro terá, é certo que muitas pessoas estão esperando por ele.

As novas normas do PIS, determinadas pela MP 665, já estão em vigor. Portanto, o valor do benefício é referente aos meses trabalhados, ou seja, se você trabalhou período menor que um ano, vai receber o valor proporcional do salário mínimo relativo ao número de meses que trabalhou. O abono salarial é válido para as pessoas que estejam cadastradas no PIS há mais de 5 anos, tenham recebido salário mensal médio de até dois salários mínimos no período do ano-base para o recebimento do benefício, ter prestado atividade remunerada para alguma Pessoa Jurídica, durante o período mínimo de 30 anos, seja de forma consecutiva ou não, no ano-base considerado e, por fim, possuir os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais.

O valor do PIS 2018 vai depender dos meses trabalhados considerando o ano-base. O valor é proporcional, ou seja, o cálculo do valor do benefício divide o valor do salário mínimo por 12 e multiplica pelos meses trabalhados, lembrando que períodos de mais de 15 dias serão considerados mês integral. Usando a informação de salário base no valor de R$ 937, dividindo por 12 (período anual), o mês será correspondente a 1/12. Se você trabalhou, por exemplo, 3 meses, multiplica-se o valor de 1/12 de R$ 937, que é R$ 79, por 3. Portanto, se você trabalho 3 meses, terá direito a receber R$ 235,00 e assim sucessivamente, sempre calculando o valor proporcional. Se você trabalhou 12 meses, terá direito ao valor do salário mínimo completo.

O PIS 2018 pode ser retirado em qualquer agência da Caixa Econômica Federal. A tabela das datas de retirada, seguindo a data de nascimento dos beneficiários, ainda não foi divulgada.

Carolina B.


Saiba aqui como Consultar o PIS pela Internet e CPF.

O abono salarial refere-se a um salário mínimo que é pago por ano aos cidadãos empregados que possuem uma remuneração de menos de dois salários mínimos por mês.

Hoje o valor é pago para quem exerceu atividade remunerada por pelo menos 30 dias e que tenha 5 anos de cadastro.

Veja abaixo como você pode consultar o seu PIS.

– Consulta pelo CPF

Para consultar através do CPF, é necessário acessar a página do Dataprev (www.dataprev.gov.br/).

Inicialmente, click no link “Inscrição” e então em “Filiados”. Clicando na última caixa, abrirá uma página para preencher os dados. Agora faça o seguinte:

  • Insira dados em todos os campos com asterisco,
  • É necessário preencher também com documentos complementares.
  • Caso esteja tudo correto o número do PIS é informado
  • É válido lembrar que NIT e PIS são equivalentes.

Pode ocorrer algum erro e o sistema informa que a inscrição já existe. Se isso ocorrer refaça o procedimento, mas agora clique em “Ignorado” ao lado do campo de nome da mãe.

– Consulta do PIS Online

Uma forma simples de conferir o PIS é através da internet, sem ter que sair da sua residência. Para consultar o Abono salarial de 2017, basta acessar o site da Caixa Econômica no portal do cidadão.

É necessário ter em mãos o número do seu PIS, uma senha para internet e o número do cartão do cidadão ou da carteira de trabalho. Se você ainda não utilizou este no site da Caixa, é necessário acessar o link “cadastrar senha”, localizado da parte inferior e então cadastrar uma senha.

É importante lembrar que essa senha tem de ser diferente da utilizada para transações bancárias.

Depois de realizar o acesso ao ambiente de consulta do abono salarial, o cidadão irá visualizar a data limite para saque do PIS do ano de 2017, a data de pagamento do benefício e também o saldo do mesmo é o valor que você tem a sacar se ele foi liberado. Além destas informações, é possível ter acesso a outros benefícios que são pagos através da Caixa Econômica Federal, como extrato de FGTS, datas de pagamento do seguro desemprego e o bolsa família.

FILIPE R SILVA


Saiba aqui o que é e como usar os Cupons de Desconto na Internet.

Os cupons de desconto já se popularizaram e viraram febre nos Estados Unidos há um bom tempo. O mercado brasileiro não demorou muito para entrar nessa onda. Atualmente é possível encontrar uma infinidade de sites que se especializaram nesse modelo de oferta.

Os cupons de desconto são oferecidos aos usuários em geral através da internet. Em sua maioria fazem uso de códigos. Com isso, já é possível aproveitar os benefícios. O comprador basta anotar o código que indica o desconto e depois digitá-lo na área indicada para o mesmo nos sites de compra.

Esses códigos são disponibilizados em sua maioria nas próprias páginas das lojas, deixando claro os descontos que estão sendo oferecidos. Os usuários também podem obter os cupons naqueles sites que se dedicam exclusivamente a listar esse tipo de oferta. No Brasil, apesar de também se ter tornado bem popular, os cupons de desconto ainda estão limitados ao setor do e-comerce, não sendo usado por lojas físicas.

Apesar de todos os benefícios que são oferecidos, os usuários precisam tomar alguns cuidados para não serem lesados. O primeiro passo é buscar se informar se a empresa que está oferecendo o cupom de desconto possui cadastro regular de CNPJ. Outra dica é buscar por comentários e opiniões de clientes da loja que está oferecendo os cupons. A maioria dos usuários costumam comentar nas redes sociais e em sites de reclamação as experiências positivas ou negativas que tiveram em relação à compra.

Ainda na linha de cuidados antes de fazer uso dos cupons procure se informar também a respeito da reputação da empresa. Há sites específicos para isso, a exemplo do Reclame Aqui.

Ficar atento aos termos de uso dos cupons também é fundamental. Em sua maioria eles ficam logo abaixo da oferta e como geralmente estão em letras pequenas, muita gente desconsidera essa informação. Sendo assim, é bom ficar atento.

Se você está interessado em aproveitar os benefícios dos cupons de desconto, aproveite para conhecer alguns sites nacionais como o Cupom.com, Poulpe e Cuponomia. Só não deixe se levar pelas promoções para não acabar gastando com o que não precisa. Pesquise e avalie as suas necessidades. Mesmo com descontos muitas compras podem resultar em dores de cabeça no futuro.

Por Denisson Soares


Confira aqui as taxas de juros do Empréstimo Consignado na Caixa e Bradesco.

Precisando de um dinheiro extra para os acontecimentos de início ou fim de ano? Que tal utilizar a opção de empréstimo consignado? O Bradesco e a Caixa, que são os maiores bancos do país, oferecem as melhores taxas de juros do mercado. Saiba mais!

Bradesco e Caixa

No Bradesco e na Caixa, o crédito consignado é válido para aposentados e pensionistas do INSS, para funcionários públicos e também para empresas privadas. Dependendo da opção, é claro, a taxa de juros pode variar. Compare:

Empréstimo consignado Bradesco e Caixa para aposentados e pensionistas do INSS

Com juros de 2,24% ao mês para o Bradesco e com juros de 2,16% ao mês para a Caixa, o indivíduo pode quitar sua dívida em até 72 meses. O pagamento da conta pode ser descontado diretamente do pagamento da pensão ou aposentadoria.

Empréstimo consignado Bradesco e Caixa para servidores públicos

Exclusivo para servidores públicos e militares da Aeronáutica, Exército e Marinha, o crédito consignado oferece juros de 1,90% ao mês para o banco Bradesco e 1,88% ao mês para a Caixa Econômica Federal.

No Bradesco, esses profissionais têm até 60 meses para pagar, porém, o prazo pode variar de acordo com o convênio. Já na Caixa, o prazo é de 72 meses. O pagamento é descontado direto da remuneração ou aposentadoria.

Empréstimo consignado privado do Bradesco e da Caixa

Funcionários com carteira assinada podem contratar o empréstimo Bradesco, com juros de 2,87% ao mês, e Caixa, que oferece juros de 3,04% ao mês. Contudo, a companhia onde trabalha deve ter convênio com o banco selecionado. O valor das parcelas, que varia de acordo com o convenio, é descontado diretamente do pagamento do salário.

Como fazer um empréstimo consignado no Bradesco e na Caixa

Para realizar um empréstimo é necessário ir a uma das unidades da Caixa e do Bradesco, portando os seguintes documentos: comprovantes de residência, RG, comprovante de pagamento do beneficio ou pensão de militar ou do servidor público e CPF.

Para poupar tempo e facilitar sua vida, procure saber se sua empresa tem convênio de consignado com um dos bancos. Para isso, a melhor maneira é perguntar no departamento de recursos humanos da companhia de onde você trabalha. Com os nomes em mão, inicie a pesquisa.

Fábio Santos


Confira aqui os principais simuladores para realizar Empréstimo Consignado.

As pessoas tem uma prática comum que é fazer dívidas. Adquirir bens, financiar veículos, estudos, entre outras coisas. Comprar é uma ação muito prazerosa, porém, o resultado dessa ação são as contas.

Uma grande parte da população tem o costume de gastar mais do que ganha, não controla nem o que ganha quanto mais o que gasta. Por isso acabam enrolados em débitos que não param de crescer.

Algumas instituições financeiras, sabendo desse hábito, oferecem aos seus clientes diversas opções de financiar ou quitar suas dívidas. E uma delas é o empréstimo consignado.

O empréstimo consignado é uma forma de empréstimo bem popular, principalmente entre pessoas que trabalham com carteira assinada ou é funcionário público, que tem uma renda fixa.

Como funciona?

Esta modalidade, que visa emprestar dinheiro para as pessoas sanarem suas dívidas, é baseado em um tipo em que parcelas são descontadas diretamente em folha, ou seja, os débitos são feitos diretamente do seu salário.

Este tipo de empréstimo tem regras previstas em lei. E por conta disto, as taxas de juros são diferenciadas e bem menores em relação a outros tipos de empréstimos.

Quem pode pegar este empréstimo?

Por ser um tipo de crédito que oferece segurança as instituições financeiras é muito praticado por ter uma taxa de inadimplência bem baixa.

E devido ao fato de qualquer pessoa com carteira assinada, pensionistas e aposentados (INSS), além dos funcionários públicos desde federal até municipal e também agentes das forças armadas, podem adquirir este empréstimo.

Qual é o limite do empréstimo?

Para quem adquire um empréstimo consignado tem um fator a seu favor, uma segurança para não aumentar suas dívidas, tem uma regra que limita a 30% do seu salário, ou seja, não pode ultrapassar este limite.

Posso fazer mais que um?

Sim, é possível adquirir vários empréstimos consignados, desde que não ultrapasse o limite de 30% imposto pela regra desta modalidade de crédito.

Simuladores de Empréstimo

Existem diversos simuladores de empréstimos espalhados pela internet. Quase todas as instituições financeiras oferecem esta ferramenta para seus clientes.

A simulação do empréstimo é uma forma de você verificar as parcelas, os valores e o tempo de acordo com seu limite. Estas ferramentas buscam de forma rápida e prática auxiliar aqueles que querem contratar este crédito, porém, não sabem seu limite.

Abaixo disponibilizamos alguns sites em que oferecem este tipo de aplicação. Escolha qual se encaixa em seu orçamento, faça a simulação e tenha mais segurança do quanto você vai poder gastar e receber.

Segue a lista:

Estes são alguns, no entanto, existe uma variedade de simuladores em outras instituições. Basta procurar e encontrar qual se adapta ao seu orçamento.

Marcio Ferraz


Saiba aqui o que é Empréstimo Consignado.

Hoje em dia, em tempos de crise, o que mais se vê são propagandas de agências bancárias e instituições financeiras oferecendo empréstimos e a maioria diz cobrar os menores juros e encargos.

Dessa forma, diante da necessidade, muitas pessoas acabam realizando empréstimos em agências que cobram taxas e juros bem altas. Mas existe uma modalidade de empréstimo que é a melhor opção para quem está precisando de um valor que não possui, é o Empréstimo Consignado.

Empréstimo Consignado: O que é?

O EC é um tipo de empréstimo em que as parcelas, que podem ir até no máximo 72 meses, são descontadas diretamente na folha de pagamento da pessoa física. Automaticamente, enquanto durar o empréstimo, ela terá o valor da parcela descontado do seu pagamento mensal.

Todas as pessoas podem fazer um Empréstimo Consignado?

Não, o EC é um serviço exclusivo para pessoas que trabalham com a carteira de trabalho devidamente assinada, que sejam pensionistas, aposentados da Previdência ou funcionários públicos.

E qual o valor pode ser retirado no empréstimo?

Na realidade não existe um valor estipulado, isso vai depender do salário que consta na folha de pagamento do contratante. De acordo com as normas do segmento, empréstimos não podem comprometer mais que 30% do orçamento do mês, comiserando a folha de pagamento.

E os juros não são muito altos?

Em todos os tipos de empréstimos são cobrados juros, taxas e encargos. Mas o Empréstimo Consignado é a modalidade de empréstimo que oferece os menores juros do mercado, chegando a ser menores que os juros do tão conhecido Cheque Especial.

Além disso, o Ministério da Previdência Social tem disponível a todos uma lista que traz valores que as financeiras e bancos cobram em taxas de juros. Para empréstimos as taxas podem chegar até 2,14% ao mês. E no caso de cartão consignado, que é utilizado por aposentados e pensionistas, o valor mais elevado das taxas de juros é de 3,06 % mensais. Além dos juros são acrescidos o Imposto sobre Operações Financeiras.

Qualquer agência oferece o Empréstimo Consignado?

A maioria das agências financeiras oferecem esse serviço, entre elas os renomados bancos Itaú, HSBC, Caixa Econômica Federal e muitos outros. Os bancos menores e financeiras também disponibilizam esse serviço. Acesse o site https://www.konkero.com.br e confira as agências que oferecem o Empréstimo Consignado e suas taxas de juros.

Sirlene Montes





CONTINUE NAVEGANDO: