Como Calcular o Lucro do FGTS





Saiba aqui qual o valor que você terá direito sobre o Lucro do FGTS.

O Governo Federal anunciou recentemente a divisão do lucro do FGTS com 88 milhões de trabalhadores, até o dia 31 de agosto.

Todos trabalhadores que até Dezembro de 2016 tinha algum saldo em seu Fundo de Garantia vai receber rendimentos em sua conta ativa ou inativa.

Quer saber mais sobre quanto será acrescido em sua conta do FGTS e como calcular, continue lendo este texto e entenda.

Metade do Lucro

Até o final de agosto serão R$ 7,28 bilhões repartidos entre todos os trabalhadores que possuem fundo de garantia por tempo de serviço (FGTS). A metade do lucro obtido pela arrecadação terá o pagamento feito em contas proporcionalmente ao saldo de cada uma.

Em relação ao ano de 2016, o rendimento que era de 5,11% subirá para 7,14%. Ou seja, um acrescimento equivalente a 1,93% sobre o retorno, que anualmente é de 3% somado a variação da taxa referencial (T.R).

Para entender quanto receberá, o cálculo feito é para cada R$ 100,00 em saldo na conta, o trabalhador receberá R$ 1,93 de rendimento sobre o saldo, incluído o rendimento normal do fundo.

Como consultar o saldo do FGTS?

Para consultar o saldo do FGTS é possível por meio de dois canais. Através do serviço de atendimento da Caixa, pelo telefone 0800 726 2017.

No site da Caixa, informando o número do CPF ou do PIS. Para conseguir consultar o saldo tenha em mãos o número do NIS (Número de Identificação Social), que também é conhecido como PIS/PASEP.

Os números do NIS estão impressos no cartão cidadão ou na carteira de trabalho.

Quem sacou o FGTS das contas inativas este ano vai ter direito de recebimento da sua parte no lucro do fundo. Porém, para receber e sacar o dinheiro é preciso justificar, apenas em situações específicas será possível concretizar a ação.

Como calcular o saldo a receber?

Para saber quanto vai receber do lucro do FGTS em sua conta multiplique o saldo que estava em seu fundo em 31 de Dezembro de 2016 por 0,0193, equivalente a 1,93%.

Veja abaixo os respectivos cálculos para cada saldo em conta.

Por exemplo, o trabalhador que tem R$10,00 em saldo terá R$ 0,19 de pagamento da divisão do lucro, quem possui R$1.000 receberá R$ 19,30 e assim sucessivamente.

Para calcular multiplique, caso houver 100:

R$ 100 X 0,0193 = R$ 1,93

Onde o FGTS é investido?





O lucro do FGTS que vai ser dividido com os trabalhadores foi anunciado no final de 2016 através da medida provisória 763.

Esta medida também autorizou o saque dos valores das contas inativas do fundo, com prazo até 31 de julho deste ano.

Mas afinal, onde é investida toda a arrecadação feita para o Fundo de Garantia?

Um terço do dinheiro das contas do FGTS tem o propósito de financiar projetos voltados à habitação, saneamento e infraestrutura. A metade do fundo que é equivalente a outra parte do dinheiro é usada em aplicações em títulos do Tesouro Nacional.

Esta aplicação recebe juros que são devolvidos ao fundo que somados equivalem aos lucros.

Quem pode sacar?

O Ministério do Trabalho impõe algumas regras que devem ser respeitadas na hora de efetuar o saque dos valores. É preciso estar atento as seguintes situações, veja algumas delas:

· Trabalhador que foi demitido sem justa causa;

· Contratos que terminaram por prazo determinado;

· Caso houver rescisão de contrato por extinção da empresa, partes das atividades, em situação de fechamento de quaisquer de seus outros estabelecimentos, filiais, se o empregador falecer ou anulação do contrato de trabalho descrito no inciso II do artigo 37 da Constituição;

· Na rescisão de contrato por ambas as partes ou força maior;

· Quando o trabalhador aposentar;

Para saber todas as situações que o trabalhador tem direito é possível acessando o site oficial da Caixa Econômica (http://www.caixa.gov.br).

Este artigo foi útil para você? Compartilhe e marque seus amigos nas redes sociais.

Marcio Ferraz



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *