Economista – Atribuições da Profissão, Mercado de Trabalho, Salário





O Economista tem amplo conhecimento do setor econômico e é capaz de fazer análises profundas sobre os mais diversos cenários econômicos.

O economista é um dos principais profissionais da sociedade moderna, sendo ele o responsável pelo estudo da produção e a distribuição de bens e serviços. Com isso, o mesmo faz estudos que envolvem indivíduos, empresas e até mesmo países. A atuação do economista em relação a problemas de seu dia a dia é bastante diversificada, pois o mesmo se dedica desde as grandes questões, sejam elas nacionais ou internacionais, até mesmo questões de investidores individuais e pequenas empresas.

Com grande conhecimento do setor econômico e capaz de fazer análises profundas sobre os mais diversos cenários econômicos, cabe ao economista a tarefa de elaborar relatórios e pareceres sobre a atual situação econômica de um país ou empresa, bem como fazer projeções para o futuro de tais entidades. Além disso, o economista também tem uma tarefa bastante importante: desenvolver, ampliar e preservar o patrimônio de pessoas físicas, jurídicas e de países.

O curso possui uma grade curricular bastante diversificada. Com isso, o aluno terá contato com disciplinas que vão desde as Ciências Exatas até as Ciências Humanas, bem como as Ciências Sociais Aplicadas. Dessa forma, terá de passar por disciplinas como, por exemplo, matemática financeira, estatística e econometria, sendo esta última à utilização dos conceitos de estatística para análise de dados econômicos. Além disso, disciplinas relacionadas ao entendimento das correntes do pensamento econômico e a evolução econômica, histórica e social brasileira e internacional também estão presentes na grade curricular deste curso. As áreas de Contabilidade e Direito também possuem disciplinas obrigatórias no curso de Economia. O curso possui duração média de 4 anos.

Levando em consideração a Tabela de Salário no Brasil, que foi elaborada pela consultoria Robert Half, o salário inicial de um economista pode variar entre R$ 3.000,00 a R$ 6.000,00, que corresponde ao cargo de Economista Júnior. Já ocupando o cargo de Economista Pleno, o profissional ganha entre R$ 6.000,00 e R$ 10.000,00. Um Economista Sênior, por sua vez, ganha entre R$ 10.000,00 e R$ 20.000,00. No auge de sua carreira, ocupando o cargo de Economista Chefe, o mesmo pode ganhar entre R$ 20.000,00 e R$ 40.000,00.

O mercado de trabalho é bastante abrangente para este profissional. O mesmo pode trabalhar, por exemplo, no mercado financeiro e de capitais além das empresas de consultoria, onde o mesmo irá fazer análises macroeconômicas. Além disso, indústrias, as grandes empresas do agronegócio, setores do comércio de serviços e bens e as pequenas e médias empresas também oferecem boas oportunidades no mercado privado. Outro grande empregador é o setor público, sendo que nesta área os principais empregadores são: ministérios, BNDES, agências reguladoras e Banco Central. Por fim, ainda resta a opção pela carreira acadêmica, seja em instituições de pesquisa ou no ensino superior.

Por Bruno Henrique

Outras Profissões:

Contador

Farmacêutico

Engenheiro de Produção

Analista de TI

Gerente de RH

Advogado

Arquiteto

Biomédico

Acupunturista

Almoxarife

Analista Comercial

Agente de Viagens

Aspirante da Aeronáutica





Assessor de Imprensa

Assistente Social

Aspirante a Oficial do Exército

Auxiliar ou Assistente Administrativo

Agrônomo

Auditor

Bibliotecário

Biólogo

Blogueiro

Bombeiro

Barista

Ator

Chefe de Cozinha

Comunicador Social

Corretor de Imóveis

Corretor de Seguros

Cumim

Cuidador de Idosos

Decorador

Designer

DJ



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *