DJ – Profissão, Salário, Mercado de Trabalho

Os DJs são responsáveis por manter uma festa animada e divertida, angariarem público, muitas vezes aliando um nome já conhecido nas pistas de dança, às festas que tocam e promovem.

Se perguntarem qual o fator mais importante para o sucesso de uma festa e responderem a música, além de certa resposta, com certeza é necessário dar algum crédito ao responsável por fazer as pessoas se mexerem dentro de um espaço 4 por 4, natural de qualquer balada.

Ser DJ é mais antigo do que se imagina! Em meados da década de 50, na Alemanha, o discotecário Klaus Quirini ficou conhecido como o Primeiro DJ do mundo. Precisamente em uma época onde a música ao vivo era essencial para o sucesso de qualquer festa e celebração, Klaus apareceu, então, com a revolução do “toca-discos”, mostrando que era possível sim se divertir sem ficar “refém” da aparição dos músicos. Era só ter a música gravada nos antigos discos de vinil que ele seria responsável pelo show. No Brasil a história não foi muito diferente. Segundo histórico, Osvaldo Pereira foi o primeiro discotecário brasileiro, com sua “Orquestra Invisível”, também na década de 50, em São Paulo.

Os DJs que antes eram colegas de turma e conheciam nossos gostos musicais, se expandiram para uma rede, com isso, gerando a profissionalização dos mesmos.

Os DJs, hoje, são responsáveis por além de manter uma festa animada e divertida, mas por angariarem público, muitas vezes aliando um nome já conhecido nas pistas de dança, às festas que tocam e promovem.

Atualmente, o Brasil conta com cursos profissionalizantes de produção musical e discotecagem que já são oferecidos por instituições de renome no cenário de formação em eventos de médio e grande porte, como o IATEC (Instituto de Artes e Técnicas em Comunicação) – iatec.com.br/galeria-fotos/curso-de-discotecagem – e o De.DJs (e-djs.com.br/cursos-de-dj/curso-de-dj-digital/?utm_source=banner-header-728px&utm_medium=banner&utm_term=curso-de-dj&utm_content=curso-de-dj-basico-728px&utm_campaign=curso-de-dj-basico), localizado em São Paulo.

Para fazer o curso, é muito simples. Não há requisitos específicos para que você possa começar a aprender sobre a profissão, mas é sempre importante que o hábito de ouvir música seja mais que um “hobby”, mas uma necessidade, pois esse será o seu principal instrumento de trabalho.

A renda mensal de um DJ iniciante, dando início a cursos profissionalizantes, pode chegar a 90 mil reais, dependendo dos espaços em que for contratado para tocar e o regime de contratação acordado entre o DJ e as casas de festa (se por noite ou mensal).

Se interessou? Pareceu interessante? Então se joga na pista e quem sabe você possa ser o próximo Calvin Harris ou David Guetta?

Saiba mais sobre os cursos profissionalizantes de Discotecagem nos sites citados acima.

Por Yamí de Araújo Couto

Outras Profissões:

Contador

Farmacêutico

Engenheiro de Produção

Analista de TI

Gerente de RH

Advogado

Arquiteto

Biomédico

Acupunturista

Almoxarife

Analista Comercial



Agente de Viagens

Aspirante da Aeronáutica

Assessor de Imprensa

Assistente Social

Aspirante a Oficial do Exército

Auxiliar ou Assistente Administrativo

Agrônomo

Auditor

Bibliotecário

Biólogo

Blogueiro

Bombeiro

Barista

Ator

Chefe de Cozinha

Comunicador Social

Corretor de Imóveis

Corretor de Seguros

Cumim

Cuidador de Idosos

Decorador

Designer





Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *