Profissionais mais buscados pelas empresas





Algumas áreas são mais requisitadas que outras no momento atual do mercado de trabalho.

Com a atual crise que assola o nosso País, as empresas tentaram equilibrar os gastos eliminando funcionários e despesas. Até outubro deste ano (2016), o total de admissões foi de 12.683.293 e desligamentos de 13.435.109, bem maior do que o número de admitidos, segundo o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), os dados podem ser consultados no site da instituição: http://bi.mte.gov.br/eec/pages/consultas/evolucaoEmprego/consultaEvolucaoEmprego.xhtml#relatorioSetor.

Com o atual cenário econômico os candidatos precisam fazer a diferença, oferecer mais produtividade com qualidade e aceitar novos desafios e funções.

Algumas áreas inovadoras tendem a crescer mesmo no cenário de crise, tais como: compliance, tecnologia e finanças.

A seguir serão listadas 10 profissões mais buscadas pelas empresas e suas características:

1) Profissional de plataformas mobile e web: É preciso profundo conhecimento no desenvolvimento em DevOps, Java e Groovy visando mobile, além de conhecer as ferramentas mais utilizadas de web como: Android e IOS. Média salarial: 11mil reais.

2) Gerente tributário: Possui formação em direito ou contábeis e preferencialmente com pós-graduação ou MBA em direito tributário além de inglês fluente. Seu papel profissional é garantir a atualização da empresa com as obrigações fiscais para assim reduzir a carga tributária tornando o negócio mais eficiente. Média salarial: 15 mil reais.

3) Coordenador/gerente de infraestrutura: Formação em ciências da informação ou sistemas. O profissional se responsabiliza por gestão de TI (infraestrutura) como as áreas de suporte, telecomunicações e data center. Média salarial: 15 mil reais.

4) Controller: Com formação em administração ciências contábeis, ou economia, o profissional deve acompanhar a operação financeira da empresa criando indicadores, divulgando-os para a matriz ou acionistas. Média salarial: 18 mil reais.





5) Departamento jurídico (Head): O profissional é generalista, atuando de forma consultiva. Como o nome sugere, será o responsável pela demanda jurídica da empresa, atuando como consultor e gerindo o contencioso, bem como pelo orçamento da área e claro gestão da equipe da área. Média salarial: 15 mil reais.

6) Gerente de tesouraria: Formado em administração, ciências contábeis, engenharias ou economia com MBA em finanças. O profissional é responsável por controle do capital de empresas. Deve ter conhecimentos em conciliação bancária de médio/longo prazo, controle e projeção do fluxo de caixa. Média salarial: 20 mil reais.

7) Gerente de contencioso de volume: É um profissional com perfil híbrido da área administrativo-financeira com foco na área cível, recuperação de créditos e ações indenizatórias, além é claro de gerir na área trabalhista devido ao alto fluxo de pessoas no ano. Média salarial: 12 mil reais.

8) Gerente de inteligência de mercado: É uma atuação analítica, capaz de raciocínio atualizado e lógico, gerir atividades do mercado de inteligência, como: dados de consumidores, concorrência, cenários e tendências definindo assim políticas e processos. Média salarial: 10 mil reais.

9) Advogado sênior da área de M&A: O profissional deve possuir experiência na execução de fusões como elaboração dos atos societários. Isso devido à tendência que os investidores estrangeiros possuam poder aquisitivo das empresas desvalorizadas do País. Média salarial: 11 mil reais.

10) Profissional de marketing digital: Deve possuir conhecimento e experiência do utilizador e mídia online. Deve possibilitar a gestão da estratégia digital, atuando prospectando vendas e leads, realiza análise do mercado como tendências identificando assim as oportunidades de serviços, produtos, informações e claro soluções pelo ramo digital. Média salarial: 10 mil reais.

Como pode-se notar, as áreas são bem seletivas, porém já era de se esperar que as empresas busquem alternativas para contornar a crise, evitando assim falência por isso todos os profissionais citados acima são treinados para prospecção, gerência de equipes, administração e finanças, então quem deseja estar preparado para o mercado deve pesquisar as áreas e obter o aperfeiçoamento requerido para concorrer nesse seletivo mercado de trabalho.

Por Erica de Souza



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *